PT43anos

0
293

PT43anos

Podia ser apenas mais um aniversário de mais um partido político, mas é o aniversário do PARTIDO DOS TRABALHADORES E DAS TRABALHADORAS que desde a sua fundação a 43 anos tem construído uma trajetória e uma história bastante diferenciada de todos os partidos, inclusive do campo da esquerda, no país.

Com uma proposta de partido radicalmente democrático ao longo do caminho despertou a consciência de classe de milhões de brasileiros e brasileiras – hoje conta com um contingente de mais de 2 milhões e meio de mulheres e homens filiadas e filiados – no Brasil inteiro. Participou de todos os pleitos eleitorais, em todos os níveis desde 1982.

Mesmo não conseguindo êxitos num pleito eleitoral sempre considerou vitórias alcançadas em cada voto recebido, tocando as lutas em frente.

Foram vitórias retumbantes e como as maiores neste curto tempo de 43 anos as eleições presidenciais – Lula 2002, 2006, Dilma 2010, 2014 e agora LULA3!!!, – na Bahia Jaques Wagner 2006, 2010, Rui Costa 2014, 2018 e agora Jerônimo 2022.

É bom registrar que nesta caminhada contou com a força da classe trabalhadora que o próprio partido colaborou na organização. Desde o movimento estudantil, movimento sindical rural e urbano, movimento social como todo – mulheres, negros e negras, juventude, povos originários, LGBTQIA+ e mais….

Por outro lado não deixou de buscar no seio da sociedade outros movimentos e partidos de esquerda ou que mesmo que assim não se considerassem, se dispuseram a abraçar um projeto de construção de um país justo para com a maioria do seu povo. Um país de gigantescas possibilidades e riquezas, admirado e espiado pelo resto do mundo.

Construiu sim um legado de relevante destaque na história política e social do país. Nunca é demais relembrar feitos como o Minha casa Minha vida, o Proune, o Fies, o Luz para todos, o Mais médicos, o aumento real do salário mínimo, o pré-Sal, dezenas de Universidades e IEFs, as políticas de preservação da natureza e do meio ambiente e de proteção aos pobres de um modo geral.

Mas nada disso foi fácil, enfrentou resistências nem só a nível nacional como estadual e municipal por parte das forças políticas que desde os tempos mais distantes da história, desde 1500 onde se iniciou o massacre aos nativos passando pelos mais de 300 anos de escravatura, nunca admitiram a possibilidade de ascensão da classe que verdadeiramente constrói esta nação.

Só para lembrar o combate aberto ao projeto do partido, iniciado em 2013 e culminado com o golpe contra a presidenta Dilma Rousseff e a prisão sem provas do Presidente Lula em 2018 com o único objetivo de impedir mais uma vitória nossa.

Em 2016 sofreu, talvez, a maior derrota eleitoral, quando viu diminuído significativamente o número de prefeitos e vereadores no Brasil inteiro.

Sofreu naquele momento um isolamento gigante. Foi alcunhado de Partido da corrupção. Tentaram demonizar a política, tendo como alvo o partido e seus mandatos e lideranças. Teve dificuldades imensas de aglutinar forças para retomar o projeto.

E como comemoraram, como celebraram “o PT está morto, o PT acabou”, então vamos buscar a alternativa. E foi ai que construíram o desastre chamado Bolsonarismo. Remédio amargo inclusive para eles próprios. E aqui não vale a pena discorrer.

Mas, árvore de boa raiz não morre. Podem lhe arrancar todos os galhos e até seu tronco que ela brota revigorada e forte.

E assim foi. Assim é. Sob a batuta do maior líder popular da história deste país e da América Latina – LULA, construiu a maior frente política, já mais vista, e sob o manto da resistência ao fascismo voltou ao comando da nação.

Só que agora os desafios são ainda maiores. Com a tarefa gigante de reconstrução de um país destroçado, vilipendiado, precisamos estar mais do que nunca coesos porque as forças malditas vão ressurgir do esgoto ou do porão e tentar impedir a retomada da caminhada rumo a entrega do Brasil aos seus verdadeiros donos.

VIVA O PT!!!

VIVA O POVO BRASILEIRO!!!

DEMOCRACIA SEMPRE!!

FASCISMO NUNCA!!!  

Gerinaldo Costa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui