O BRILHO NO OLHAR DO JORNALEIRO E A ARTE DO DIABO

0
31

Como rotineiro, hoje (02/11/2022) pela manhã, sento-me a mesa da copa a saborear um fresco e delicioso cafezinho alimentando o hábito da leitura de dois jornais impressos que recebo como assinante,  ao mesmo tempo o rádio sintonizado em um programa matinal de notícias.

Já habituado com o barulho do jornal no chão da garagem, atirado por cima do portão pelo jornaleiro, hoje o sinal veio diferente. Um barulho de motor de moto e um toque na campainha.

Dirijo-me então ao portão e deparo-me com o rapaz que entrega o jornal fazendo questão de um aperto de mão, efusivo diz, “professor, valeu, brocamos”, se referindo ao resultado das eleições na Bahia e no Brasil. Efusivo retribui o sentimento de satisfação.

O brilho no olhar por trás das lentes espessas dos óculos do moço me impressionou a ponto de enxergar na sua felicidade, para além do prazer da vitória do seu voto, os motivos da esperança de uma vida melhor, da certeza que se livrou de dias incertos e sombrios, da possibilidade de um futuro de dignidade para ele e os que virão.

Após nos despedirmos volto a copa e do rádio ligado ouço do experiente âncora do programa o encerramento de um comentário sobre o processo de disputa eleitoral no qual ao comparar a forma como ela se deu, segundo ele idênticas para os dois lados, encerra dizendo: “política é arte do diabo”.

Militante político que sou a mais de quarenta anos, acostumado a ouvir esta frase e conceitua-la como contribuição para o processo de despolitização do povo, volto à imagem do brilho nos olhos do jornaleiro e me pergunto: será aquele brilho a expressão da vontade do diabo?

Com bastante clareza me respondi: arte sim, arte do “diabo” da tal consciência política que por mais que alguns não queiram haverá de prosperar nesses novos tempos.

Gerinaldo Costa

Presidente do PT de Feira de Santana-Ba

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui